TJ mantém condenação de Silvio Barros II

O prefeito de Maringá, Silvio Barros II, perdeu mais um recurso (desta vez, embargos de declaração cível) e a 4ª Câmara Cível, por unanimidade, manteve a suspensão de seus direitos políticos e a multa de cerca de R$ 400 mil por contratação irregular de três pessoas para cargos comissionados (acórdão na íntegra). A relatora foi  juíza de direito substituta em 2º grau Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes e o julgamento aconteceu no último dia 17. O teor do acórdão ainda não foi publicado. Em primeira instância ele havia sido condenado à perda do cargo, mas o TJ-PR reformou esta parte da decisão do juiz da 2ª Vara Cível. O prefeito tem outras condenações por improbidade administrativa.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>