O Rio de Janeiro, as tragédias e o “Zé do Apocalipse”

Do pastor José do Carmo:

Sempre que ocorrem tragédias como as enchentes que se abateram sobre o Rio de Janeiro neste início de 2011, algumas pessoas religiosas buscam respostas “espirituais” para o acontecido. As respostas são as mais variadas e absurdas possíveis, e nelas sempre Deus “paga o pato”, pois tais explicações estapafúrdias vão desde uma maldição causada pela estátua do Cristo Redentor, até aos pecados cometidos nos dias de carnaval. Com tais argumentos segue toda uma tentativa de explicar a tragédia das enchentes como sendo fruto da ira de Deus. Na íntegra.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco