Se beber não dirija

Do mais recente Cheng-Pong:
Gostaria de dividir a minha experiência com você que bebe e mesmo assim dirige. No último sábado à noite bebi não sei quantas taças de vinho. Bebi tanto que fiz uma coisa que nunca havia feito antes: deixei meu carro no estacionamento e peguei um ônibus. Resultado: Cheguei em casa são e salvo, sem nenhum incidente.
Fiquei muito orgulhoso de mim mesmo, sobretudo porque nunca antes na minha vida tinha dirigido um ônibus…

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Se beber não dirija

Deixe seu pitaco