Aumentando o endividamento

Hoje à tarde vereadores de Maringá votam novo pedido para que o município contrate financiamento público. Desta vez, são R$ 102.618.756,58 junto à Caixa Econômica Federal, pelo PAC 2 (Pró-Transporte e Mobilidade em Médias Cidades). Lembre-se que até agora não usou-se um centavo dos 13 milhões de dólares contratados junto ao BID, embora o contribuinte pague a taxa de permanência.
Ainda a propósito de dívida pública: o Banco Central divulgou a dívida de Maringá até março passado – agora são R$ 536.294.007,45. Foram R$ 4.933.052,44 a mais que no mês anterior. O valor se refere a empréstimo junto ao Tesouro Nacional e ao Sistema Financeiro Nacional e não inclui informações para a dívida externa, mobiliária e junto ao INSS, FGTS ou outras instituições não financeiras que não o Tesouro Nacional.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Aumentando o endividamento

Deixe seu pitaco