Caso André Vargas: depoimentos adiados

verri5O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados adiou para a próxima quarta-feira o depoimento de sete testemunhas do processo contra o deputado André Vargas (PT-PR) – nenhuma delas compareceu na reunião marcada para hoje. O relator do processo, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), ressaltou que o não comparecimento pela segunda vez, na próxima semana, permitiria ao colegiado dispensar a oitiva das testemunhas, conforme o Código de Processo Civil. O prazo para Delgado apresentar o relatório termina no dia 24 de julho. Das sete testemunhas convidadas por Delgado, apenas três comunicaram que não poderiam comparecer. As testemunhas de defesa do deputado André Vargas serão: o doleiro Alberto Youssef; o prefeito de Pitanga, Altair José Zampier; o prefeito de Apucarana, Beto Preto; o deputado estadual Enio Verri (foto), presidente do PT no Paraná; a chefe de gabinete de Vargas, Cleide Amorim; o empresário Roberto Vezozzo; o advogado Luiz Gustavo Rodrigues Flores; e o prefeito de Alvorada do Sul, João Carlos Peres. Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco