Requião diz que vai ‘acabar com a bagunça’

Requião em Campo Mourão
“Fizemos uma campanha dura, sem dinheiro, só com voluntários”, disse o senador Roberto Requião (PMDB) ontem à noite, ao discursar no CTG de Campo Mourão, durante encontro com lideranças regionais. Ele afirmou estar “cansadíssimo e estressado”. Segundo o Boca Santa, ele não poupou críticas ao governador atual e disse que, se eleito, vai “acabar com a bagunça”. Reinaldo Krachinski, prefeito de Quarto Centenário, ao discursar disse que, se não fosse o governo federal, seu município estaria abandonado. “O governo do Estado assinou um monte de coisa, mas não liberou nada. E o que liberou, não pagou”, destacou.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

17 pitacos em “Requião diz que vai ‘acabar com a bagunça’

  1. Acabar é com ele mesmo: Acaba com o pedágio, com a bagunça, com a paciência do eleitor. Taca lhe pau na ladeira das pesquisas Requião.

  2. Acabouuuu, já perdeu, quer dizer nem foi paréo para o Beto Richa, em Maringá os eleitores já falaram não para turma PMDB faz tempo, estão sobrevivendo nos carguinhos apenas, não tem vereador, nem legenda fizeram na ultima eleiçaõ. é só bla,bla.bla…mas o povo acordou por aki ja faz muitos anos.

  3. Kkkk sem dinheiro nenhum … Os candidatos a deputado do pmdb sofreram sem apoio, nem material p campanha. Pergunta se o Requiao Filho tb ficou sem dinheiro p campanha?

    • atirei o pau no beto-to-to mas o beto-to-to não perdeu-deu-deu. requião-ão-ão entendeu-deu-deu porque foi que pmdb se fud…-eu-eu

  4. Bagunça era a Escola de Governo, um verdadeiro festival de auto-elogios. Ele, com um microfone na mão, falando do Melhor Porto, da Melhor Educação e a claque se matando em aplausos. De vez em quando, uma piadinha infame tirando sarro, humilhando algum áulico – secretário de Estado mesmo, que ainda achava graça no rebaixamento. Bagunça era usar a TV Educativa como se dele fosse, transformando-a em palanque eleitoral e em filial da TeleSur venezuelana. Bagunça era como ele tratava os prefeitos, que dependiam do humor no dia, isto é, da dose de gardenal. Bagunça era o uso de policiais militares e de dinheiro público para cuidar e alimentar os seus quase 100 cavalos hospedados na Granja do Canguiri. Bagunça foi a licitação para a compra de tevês laranjas e os dólares encontrados no armário do seu ex-presidente do Porto de Paranaguá, que deu o exemplo de Como não se administra um porto. Bagunça é ficar acionando judicialmente as concessionárias e paralelamente, autorizar o funcionamento de uma cancela, aquela, da Lapa. Bagunça é maltratar repórteres e a Mídia toda, chamando-a de Imprensa Canalha – (acho incríveis os jornalistas que ainda são simpáticos a quem sempre os viu com desdém, quando não maltratando-os, falta-lhes brio, amor próprio, auto-respeito, solidariedade para com os colegas atingidos). Bagunça é dirigir-se a uma simples operária de fábrica de roupas perguntando-se se é casa e se trai o marido. Bagunça é dar carteiraço para livrar parente de acidente de trânsito do qual resultou a morte de três jovens. Bagunça é mandar agricultor enfiar faixa no rabo, espantar investidores e incentivar invasão de área de pesquisa. Enfim, bagunça é a gente ver um governador que nem se veste à altura do cargo, apresentando-se em cerimônias oficiais em trajes não protocolares. Alguns dirão: é homem do povo. E eu respondo. É relaxamento. É falta de educação. É pensar que é o bicho da goiaba, o que pensava que seria ad aeternum. O povo arregalou os ollhos a tempo, Mr. Lies.

  5. VOTO BRANCO diz:

    Hasta la vista baby!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Ou baixa ou acaba!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    ACABOU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. Eu não vou perder o meu tempo em ler os comentários idiotas e tendenciosos do puxa saco Parreiras Rodrigues,cara vai trabalhar honestamente e não fica aí o dia inteiro de blog em blog fazendo comentários de pura difamação e mentiras, contra o candidato Requião, que fala grosso e é verdadeiro!!!!

  7. O resultado das pesquisas das eleições de 2014, para PRESIDENTE DA REPÚBLICA E GOVERNADOR DO PARANÁ, tem sido muito estranhas a gente conversa com muitas pessoas de quantas cidades for possível, inclusive em Maringá, não achamos até agora ninguém que foi entrevistado, então como chega aos resultados que são divulgados, alguma coisa errada existe, só não sei quanto custa?

    • Em milhões de eleitores no paraná, entrevistam uns mil e duzentos cada pesquisa e tu quer achar alguém que foi entrevistado. Isto é a mesma coisa de jogar na mega sena a probabilidade de ganhar são minímas.

  8. A turma do PT sumiram deste blog ficaram envergonhado com os PTralhas, mas sobraram alguns do PMDB, até quando eu não sei.

Deixe seu pitaco