Erros de pilotos derrubaram avião de Campos, diz investigação

Coletiva Eduardo Campos

A conclusão da investigação da Aeronáutica sobre a morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (foto) é que o avião caiu devido a desorientação e falta de habilidade dos pilotos, que não seguiram procedimentos de pouso em condições meteorológicas adversas. A informação, de Marcelo da Costa, está na Folha de S. Paulo de hoje.
Eduardo Campos morreu em Santos (SP), em 13 de agosto de 2014, às 10h03, após o avião em que voava, um Cessna Citation modelo 560XLS, de prefixo PR-AFA, cair sobre um bairro residencial. Outras seis pessoas morreram no acidente. Um dos pilotos, Marcos Martins, era de Maringá, onde foi sepultado.


Eduardo Campos tinha 49 anos e era candidato à Presidência da República pelo PSB. Após sua morte, Marina Silva, postulante a vice, assumiu a candidatura e terminou as eleições em terceiro lugar.
Segundo o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), a falta de conhecimento da aeronave e da área de pouso, além de erros de julgamento sob estresse fizeram com que os pilotos perdessem o controle da aeronave após arremeterem o pouso. Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

4 pitacos em “Erros de pilotos derrubaram avião de Campos, diz investigação

  1. É, 2016 começou sinistro para o povo de Maringá…. Primeiro um dilúvio que quase acabou com a cidade. A consequência, cidade isolada por falta de pontes, falta de água por causa do comodismo da sanepar e da passividade de vários setores da sociedade maringaense.
    Agora coloca a culpa do acidente do campos no lombo do piloto maringaense que vivia em SP é a nova para essa semana….acho que a cidade dormiu com gato preto no final de ano…. Começou bem……

Deixe seu pitaco