Maringá perdeu 3,5 mil vagas de trabalho em 2015

Maringá em 2015 3,5 mil postos de trabalho, sendo quase 2 mil da indústria de transformação. Foram 75.054 contratações para 78.569 demissões.
Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho, segundo o site HNews.


Os cortes de vagas foram puxados pela indústria de transformação, com 2.279 dispensas. Em seguida vem o comércio, com 1.473 demissões. A construção civil perdeu 731 postos de trabalho ao longo do ano. Já o setor de serviços teve saldo positivo de 2.760 vagas, tendo contratado 69 mil pessoas.
Em dezembro de 2015 ocorreu o maior número de cortes: 2,5 mil demissões. Foram contratadas 3.461 pessoas e dispensadas 5.995.
Em dezembro de 2015 as contratações foram inferiores ao total de postos abertos no mesmo período do ano anterior, quando foram admitidos 4.422 trabalhadores. No último ano de 2014, no entanto, o número de dispensas também foi alto, passando de 2,9 mil.
O setor que registrou maior déficit de vagas em dezembro do ano passado, ainda de acordo com o site, foi o da indústria de transformação (1.978), seguida pelo de serviços (817), comércio (606) e construção civil (407). Das demissões do último mês de 2015, a pedido do funcionário foram 1,5 mil e 5,9 mil por conta da empresa.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Maringá perdeu 3,5 mil vagas de trabalho em 2015

Deixe seu pitaco