Para pagar dívidas, Assembleia de Deus discute venda do templo central em Maringá

igreja

Menos de dois anos depois de ter se vendido uma igreja no Jardim Novo Horizonte, a gestão do pastor Robson José Brito à frente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Campo Eclesiástico de Maringá (Ieadcemar) vai se desfazer do imóvel onde se localiza o tradicional templo central.
O motivo é o mesmo: cobrir dívidas milionárias que foram aprofundadas com a aquisição da Rádio Tododia FM, pela qual foi pago um valor bem maior do que o de mercado.


A assembleia geral extraordinária que vai discutir e deliberar sobre a venda do imóvel de 5.130 metros quadrados na rua Fernão dias, 212, na área central de Maringá, foi convocada para a noite da próxima quarta-feira, na sequência de uma assembleia ordinária que vai apresentar a prestação de contas e pareceres da Comissão Especial de Membros de Gerenciamento e o Estabelecimento do Plano de Negociações, Pagamentos e Equalização Financeira Ieadcemar, eleita em março de 2014. À época ficou-se sabendo que a igreja devia R$ 17 milhões, e que a quitação do débito se daria em 2029.
A dívida cresceu com a compra da emissora de rádio, e foi seguida de brigas internas com pastores que discordaram da forma como o assunto vinha sendo tratado dentro da Assembleia de Deus. Pastores desligaram-se da Ieadcemar; a igreja de Sarandi chegou a ser despejada.

edital

De acordo com a convocação assinada pelo presidente da Ieadcemar, Robson Brito, irmão do vice-presidente da Câmara de Maringá Luciano Brito, serão apreciadas avaliações do imóvel da sede, “bem assim sobre a proposta e contrapoposta de venda e compra”. Também serão apresentadas opções de outros imóveis que poderão ser adquiridos para a construção da nova sede da igreja.
O terreno onde se encontra a sede da Iead é o terceiro endereço da igreja em Maringá, e sua construção foi iniciada em outubro de 1974 pelo pastor Ivo Luiz de Souza. O pastor João Barbosa de Macedo a concluiu, alguns anos depois.
Um dia antes da assembleia que pode decidir pela venda do bem material mais valioso da Igreja Assembleia de Deus local, a AD estará completando 68 anos de existência em Maringá. A fundação da Assembleia de Deus na cidade ocorreu em 15 de março de 1948, numa residência da Vila Morangueira, onde aconteceu um culto dirigido pelo evangelista Eusébio Hilário de Oliveira.
Só poderão participar da assembleia os fiéis que estiverem em dia com o dízimo entre janeiro e dezembro do ano passado.
A pergunta é: será que os fiéis, que permitiriam com seu dízimo a compra do terreno e a construção do templo, deixarão a direção da igreja vender o imóvel por causa de má gestão? Alguém pagará por eventuais erros?

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

25 pitacos em “Para pagar dívidas, Assembleia de Deus discute venda do templo central em Maringá

    • MAS VC DEVE SER UM CARA MUITO CERTINHO NÉ ANONIMO? TÃO CERTINHO QUE NÃO TEM CORAGEM DE COLOCAR SEU NOME NO COMENTÁRIO. PRA GENTE NÃO INVESTIGAR SUAS MARACUTAIAS.
      DE CERTO VC DEVE IR MORAR COM JESUS NÃO É. ? VC ESTÁ CERTO DISSO? OU VAI MORAR NUM LUGAR BEM QUENTINHO ?

  1. Rigon, eu nao entendo de Leis, mas eu acho que, como envolve dinheiro de pessoas, membros da Igreja, ou seja dinheiro do povo, o Ministerio Público deveria intervir e cobrar responsabilidades dos maus gestores.

  2. MEU CARO JORNALISTA ANGELO RIGON QUE ADMIRO MUITO E OS QUE TÃO OFERTA NA IGREJA E PAGA CARNE INCLUSIVÉ GUANDO FOI COMPRADO A RADIO NÃO TEM DIREITO DE PARTICIPAR FICA MINHA PERGUNTA.Só poderão participar da assembleia os fiéis que estiverem em dia com o dízimo entre janeiro e dezembro do ano passado… .

  3. Caro Rigon, excelente ocasião para a prefeitura comprar o imóvel e fazer a ligação da Av. Parigot com a Av. Horácio Racanello. Onde estão os planejadores do sistema viário? No cemitério?

  4. Se resolverem vender mais alguma coisa, tipo, UM TEMPLO NO CENTRO DE SARANDI … quem sabe aqueles rebelados não compram??!! Afinal mandaram dinheiro durante anos e acabaram ficando com nada, e estão espremidos num barracão alugado enquanto vocês tem um templo vazio no centro de Sarandi. Usem a cabeça… De repente dá pra levantar mais uns caraminguás pra diminuir a dívida VENDENDO PARA ELES AQUILO QUE JÁ PERTENCIA A ELES! Do jeito que brasileiro e trouxa é perigoso os caras topar comprar de volta (afinal pagar duas vezes pelo mesmo produto é muito comum neste país de presidentes, governadores, vereadores e “pastores” malandros)

  5. Já dizia um ditado: galinha que acompanha pato morre afogada…não tá bom ser pastor de igreja? Presidente regional? Tem que olhar pro quintal do outro e cobiçar né… Aí põe a perder um patrimônio adquirido com dízimos e ofertas da viúva, do aposentado, etc…vamos pra rua, protestar contra o governo.

  6. POR ESSAS E OUTRAS QUE FUI CONTRA DESDE O INICIO A COMPRA DA RÁDIO E OUTRAS “COCITAS MÁS”…
    POR ISSO ME DERAM 30 DIAS PRA TIRAR O TIME DE CAMPO(MELHOR-MANDARAM TIRAR)…
    AGORA QUERO VER EXPLICAR PRO POVO…
    PIOR(NÃO ME ARREPENDO) QUE AJUDEI NA ÉPOCA A PAGAR 15 METROS DOS 5.130 QUE SERÃO “POSTOS À VENDA(OU SERÁ-ENTREGUES PARA A VERGONHA NÃO SER MAIOR AINDA).
    FALEI VÁRIAS VEZES QUE IA CHEGAR A ESSE PONTO – MAS NÃO ACREDITARAM…
    AGORA ENGULAM…

  7. O Dizimo é uma doação espontânea, doa quem quer e quanto quer.
    Participar de uma assembléia só os dizimista em dia com a doação, ops pagamento, demonstra que para esta denominação religiosa a doação digo o pagamento do dízimo é obrigatório.
    Para a Assembléia de Deus o dizimo é uma doação ou uma obrigação?

  8. “Só poderão participar da assembleia os fiéis que estiverem em dia com o dízimo entre janeiro e dezembro do ano passado”.
    Dai a Cezar o que é de Cezar e a Deus o que é de Deus.
    Pelo jeito que ta indo as coisas, não é difícil destes administradores, colocar o dizimista no SPC como mal pagador.
    Se o Brito é assim, imagine o outro Brito que esta na camara, deve receber uma grana até razoável para ser vereador e aprovar Leis que lhe favorece o bolso.

  9. Vcs nao sabem de nada…..quem decide isso sao os membros da igreja e nao vcs que nem sequer ajudaram a adquirir a radio…..vcs julgam como se fossem Deus….e se esquecem que do respeito com as pessoas oferendem qualquer pessoa com o beneficio denegrir a imagens dos Crentes

    • Os leitores estão Denegrindo a imagem dos crentes? Que mente pequena! Está parecendo aqueles petistas sem-vergonhas que querem tapar o sol com peneira: o chefe faz malandragem em cima dos simplórios e quando é descoberto lá vem os cupinchas (puxa-saco ) dizendo “vocês não sabem de nada, vocês estão denegrindo a imagem de uma pessoa inocente … E bla bla bla e bla… Se liga rapaz, procure um outro emprego urgente, enquanto a torneirinha ainda está pingando (se é que esteja ao menos pingando )

  10. Uma coisa ficou evidente: não tem mais ninguém disposto a defender o chefe como havia no ano passado. Antes era um tal de “não fale contra o ungido” – agora estão caladinhos e nem o próprio chefe se atreve a resmungar nem uma pequena resposta. Até o erudito cremilson emudeceu. Diante dessa vergonheira toda seria decente pedir perdão para todos aqueles que protestaram contra a má gestão desde o começo, e por protestarem foram tachados como mentirosos, rebelados etc. Realmente O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO !

  11. Nossa, agora nós membros temos que ouvir e ver as pessoas do local de trabalho falando e perguntando sobre, e o que podemos responder?

    Sem quere acusar ninguem, mas infelizmente é a Igreja organismo que é afetada pela igreja organização, ou melhor denominação.

  12. A igreja, como toda organização institucional tem as suas falhas, seja por um erro de administração ou por um colegiado incompetente. O triste é que envolve o nome da igreja e o povo perece. No entanto, devemos ser criterioso ao tirar conclusões de informações que são apresentados pelos meios de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>