Odebrecht

De Elio Gaspari, hoje na Folha de S. Paulo:

Um curioso que ouviu conversas dentro da Odebrecht garante que a estratégia da empresa está sendo discutida por cerca de 50 advogados. Nessa conta entram profissionais da corporação e representantes de diretores e ex-diretores.
À primeira vista o fenômeno tem explicação, mas os doutores deveriam se perguntar o que acontece com um paciente que tem 50 médicos. Tancredo Neves teve uns 20 e deu no que deu.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco