Exonerações feitas pelo ministro Ricardo Barros são retaliação aos que defendem o SUS

Ricardo Barros

Por Conceição Lemes:

Reunidos em Fortaleza (CE), na semana passada, durante o XXXII Congresso do Conasems (Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde), os diretores do Denasus (Departamento Nacional de Auditoria do SUS/Ministério da Saúde) e os seus chefes nos estados lançaram um documento histórico: ‘A Carta de Fortaleza dos auditores em defesa do SUS’.
Em retaliação, o ministro interino da Saúde, o engenheiro e deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), decidiu exonerar os signatários do documento.

Diário Oficial da União desta segunda-feira, já constam sete dirigentes do Denasus. O DOU de amanhã provavelmente trará mais nomes de demitidos.
O Denasus é o departamento de auditoria de todo o Sistema Único de Saúde (SUS). É a cabeça do controle de todas as ações da saúde pública, inclusive contra a corrupção. Ao exonerar os dirigentes do Denasus nos estados, Ricardo Barros enfraquecerá o combate à corrupção na saúde.
A decisão absurda equivale à extinção da Controladoria Geral da União (CGU). Aliás, foi graças ao trabalho conjunto da CGU e do Denasus que, em 2006, estourou o Escândalo dos Sanguessugas, também conhecido como máfia das ambulâncias. Também foi do Denasus a ação que, em 2010, demonstrou que governos estaduais descumpriam a Emenda Constitucional nº 29, que garante financiamento da saúde. Ou seja, eles não colocavam na saúde o piso estabelecido na Constituição.
Alguns estados, como São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Distrito Federal aplicavam no mercado financeiro os recursos enviados pelo governo federal para saúde. Em consequência, desassistindo ações vitais, como Samu, Assistência Farmacêutica, Atenção Hospitalar, entre outras.
A atitude de Ricardo Barros revela clara tentativa de desarticular serviços de auditoria, controle e combate à corrupção. Sinaliza também que o governo do “interino” Michel Temer visa desmontar o SUS e privatizar a saúde pública.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

11 pitacos em “Exonerações feitas pelo ministro Ricardo Barros são retaliação aos que defendem o SUS

  1. EXPLIQUEM-ME. SE ESTAS PESSOAS ERAM TÃO BOAS PORQUE SERÁ QUE A SAÚDE NO BRASIL ESTÁ NO FIM DO POÇO? GENTE NA FILA, NO COLCHÃO, NO CHÃO DOS CORREDORES. É MEIO ESQUISITO VCS. NÃO ACHAM? PERDER AS TETAS NÃO É MOLE NÃO. NINGUÉM QUER LARGAR. E NÃO VENHASM ME CHAMAR DE PUCHA SACO PORQUE NUNCA VOTEI NO RICARDO. SÓ QUERO QUE ME EXPLIQUEM.

    • É muito fácil responder suas perguntas. Se o governo utilizasse o dinheiro gasto (além do roubado) nas obras com as arenas de futebol, obras de mobilidade nas Copa do Mundo e nas OlimPIADAS 2016, transposição do Rio São Francisco, rodovias federais e estaduais, compra de Passadena entre tantos outros desvios o SUS poderia estar numa situação muito diferente que se encontra, O número necessário de leitos para atender a população de baixa renda seria bem menos e não haveria gente em macas, colchões, no chão e em cadeiras. SIMPLES ASSIM

  2. São por pessoas como vc. que nas entrelinhas acha correto o que está acontecendo, que esse senhor ¨manda e desmanda em maringá.

  3. Realmente se é pra mudar tem que mudar quem esta contente com a saude? Então tem que tirar os Petezao de la e colicar pessoas com vontade de resolvet, o Ricardo é assim não mostrou serviço ta fora. Por isto é polemico.

  4. Renato Antonio Dalla Costa diz:

    A questão é simples: no serviço público existem funcionários de carreira = os que são concursados e não podem ser mandados embora X os nomeados em cargos de confiança = estão lá porque são da confiança de quem nomeia. Se estão contra aquele que tem a escolha é claro que serão substituídos por outros da confiança do novo ministro.
    Ou em Maringá um vereador do pt nomeia seu assessor alguém que é amigo do novo governo e contra a dilma????
    Essa é a realidade nua e crua……
    Agora, discutir o número elevado de cargos em comissão no Brasil, aí já é outra conversa…….

  5. Cezar Lima diz:

    O MINISTRO ESTÁ CORRETO.
    TEM QUE MUDAR A EQUIPE QUE ERA CABIDE DE EMPREGOS DO PT.
    QUASE 30 MIL COMISSIONADOS E O SUS 0 ESTAVA FUNCIONANDO NAS COCHAS, NO ESTILO PT. É PRECISO MUDAR PARA MELHORAR

  6. Vanilde Zanatta Rúbio diz:

    Na verdade está dando nojo de tanta coisa errada , que está sendo mostrado pela mídia, que os políticos estão fazendo, estão destruindo o Brasil isso é muito triste, quando será que estes corruptos pagarão por seus crimes? É muito cinismo, ninguém fez nada… tudo foi aprovado pela Justiça Eleitoral…. e aí?

  7. Marcelius diz:

    O Ricardo está exonerando seus próprios colegas pois até quarta feira que antecedia o impeachment ele era líder da Dilma e no dia virou a casaca. Enganador de bobos. VAI ENGANAR OUTRO

Deixe seu pitaco