O interino desobediente

Contrariando o presidente Michel Temer (PMDB), que havia determinado que seus ministros não participassem das campanhas deste ano, o ministro interino da Saúde, Ricardo Barros (PP), está empenhadíssimo nas campanhas que envolvem a família de políticos profissionais.
Ontem ele veio para Maringá, em avião particular, junto com os deputados Marcelo Belinati (PP), Alex Canziani (PTB), de Londrina, e Luiz Nishimori (PR). No trajeto, teria acertado Akemi Nishimori (PR) como vice do irmão mais velho, o ímprobo Silvio Barros (PP), e rifado de vez o PSDB de Beto Richa.


Em avião de carreira, por sua vez, vieram de Brasília para Maringá os deputados Edmar Arruda (PR) e Enio Verri (PT).

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “O interino desobediente

Deixe seu pitaco