Uma denúncia muito séria

caixa

Semana passada, o jornalista Milton Ravagnani, em programa na Band, fez uma denúncia que considero muito séria. Ao comentar o novo sistema que permite que taxas do Detran sejam pagas no Banco do Brasil, com cartões de outros bancos, aproveitou para, de maneira incisiva, criticar as constantes mudanças de bancos responsáveis pela folhas de pagamentos de órgãos púbicos, dizendo que é fonte de corrupção e que na negociação os pagos pagariam e não só para prefeituras, mas por fora dinheiro que não entra nos cofres públicos.

Por exemplo, digo eu, quando a Caixa Econômica ganha o direito de ficar com os créditos da folha de pagamento, paga por isso. O mesmo ocorre com Banco do Brasil, Itau, úe outros bancos. Será verdade? Como os bancos poderiam fazer isso? Seria por caixa dois? Acho difícil, mas pode ser que um patrocínio para time de futebol (Caixa), peneiras, juros especiais em empréstimos, esquemas diversos.
A verdade é que o jornalista fez uma fala inflamada e deixou admirado até Flávio Mantovani, que disse: ‘falou bonito’. Como será vereador, poderia dar uma olhada nas últimas negociações e se a nova administração vai mudar de banco, outra vez.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “Uma denúncia muito séria

  1. É VERDADE . TODOS OS MUNICÍPIOS RECEBEM TAIS VANTAGENS. HÁ NECESSIDADE DE SE VERIFICAR. É FÁCIL DEDUZIR. COM A FOLHA OS EMPREGADOS PODEM FAZER EMPRÉSTIMOS E A AGENCIA BANCÁRIA DESCONTA TUDO DIRETAMENTE. ATÉ SEGURO HÁ NA JOGADA. CASO O EMPREGADO NÃO PAGUE A AGENCIA NÃO TERÁ PREJUISOS.

  2. Pelo que sei e quando foi realizada a mudança ha alguns anos era devido a uma nova lei se não me engano federal sobre a necessidade da folha de estados e municípios ser em bancos públicos.

Deixe seu pitaco