PCdoB avalia eleições

pcdob

O PCdoB de Maringá tem reunião marcada para o próximo sábado, a partir das 14h, no Plenarinho da câmara municipal.
Em pauta, a avaliação das eleições municipais deste ano na cidade.

O partido integrou a coligação com o PT, através da professora Ana Lúcia Rodrigues, que foi vice do vereador Humberto Henrique; a chapa fez 13.966 votos (7,18% dos votos válidos). Todos os filiados estão convidados a participar.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “PCdoB avalia eleições

  1. Gay Enrustido diz:

    Infelizmente a esquerda no Brasil está perdida.

    Os caras perderam as ruas, perderam a capacidade de mobilização e com isso, movimentos espúrios como MBL, Vem Pra Rua, Movimento Contra a Corrupção e outros que só estão aí para defender bandidos nadam de braçada na onda popular.

    O povo pobre e trabalhador quer saber de emprego, saúde, moradia, educação, não desses textões que os militantes igual a candidata Margot Jung faz na internet.

    A esquerda brasileira está enclausurada nas universidades, vide a Professora Ana Lúcia Rodrigues. Ela é incapaz de dialogar com o povo. Motivo: ela é uma rica que pensa em causas sociais, só isso. Seu filho estudava em colégio particular, e ao completar 18 anos ganhou um tour pela Europa. E ela é militante de redes sociais, e sua militância afasta as pessoas pobres, trabalhadores, que o PCdoB diz defender de sua base política.

    Por qual motivo? Porque o trabalhador vê que é mais do mesmo. É a mesma coisa desses aí como Homero Marchese, Ulisses Maia, Ricardo Barros, Gleisi Hoffmann, é tudo mais do mesmo.

    Pobre trabalhador não quer saber de empoderamento feminista, nem de textão sobre aborto, pobre trabalhador quer dignidade, mas a esquerda não se tocou disso ainda e insiste em fazer comício para as outras alas de esquerda.

    Por essa razão que movimentos de direita como citados no início desse texto nadam de braçada com o povo trabalhador.

    Pena que nem o PCdoB, nem seus candidatos, nem seus militantes são humildes o suficiente para fazer esse tipo de autocrítica.

    Por essa razão que a esquerda só dialoga com a esquerda.

Deixe seu pitaco