MP cancela arquivamento e volta a apurar sumiço de documentos entregues a ex-prefeito

Silvio Barros II

Em outubro do ano passado o blog divulgou que o Ministério Público Estadual havia decidido arquivar o inquérito civil público que investigava a falsificação da assinatura de um proprietário de terras em Maringá e o sumiço de documentos de dois processos administrativos entregues nas mãos do ex-prefeito Silvio Barros II (PP) em agosto de 2011.
A história é interessante (leia aqui).

Em outra postagem, o blog reproduziu depoimentos do caso, como o do ex-secretário Walter Progiante e o do ex-prefeito ímprobo.
Pois bem. A boa notícia é de que diante dos chamados “fatos novos” revelados por este modesto blog – fatos que até então eram desconhecidos do MP -, antes da homologação pelo Conselho Superior do Ministério Público, o promotor de justiça Leonardo Vilhena, solicitou o cancelamento da promoção de arquivamento. Assim, o procedimento para investigar o sumiço de documentos das mãos de Silvio Barros II voltou a tramitar na 20ª Promotoria de Justiça, ainda em 2016.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “MP cancela arquivamento e volta a apurar sumiço de documentos entregues a ex-prefeito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>