Uma pedra no caminho

Lauro Barbosa informa que a CPI do Terminal Intermodal será presidida por Sidnei Telles (PSD), com Jean Marques (PV) na relatoria geral, Flávio Mantovani (PPS) como relator de licitações, Do Carmo (PR) responsável por questões de mobilidade urbana e Alex Chaves (PHS) cuidando dos projetos relacionados ao terminal.
A nota que preocupa o futuro da CPI, porém,

é a que dá conta que um dos relatores, Flávio Mantovani, é patrono de 50 ações na justiça contra a Sial, a construtora do terminal. O caso foi revelado aqui no blog, em 2015. Haveria, segundo fonte ouvida pelo blog, conflito de interesses e o vereador pode eventualmente ter que se declarar impedido de integrar a comissão.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

3 pitacos em “Uma pedra no caminho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>