Ação contra dirigentes da Acim será julgada na 13ª Vara Federal

Sergio Moro

Está na 13ª Vara Federal de Curitiba, a mesma em que atua o juiz Sergio Moro, um processo que envolve dois altos dirigentes da Associação Comercial e Empresarial de Maringá – entidade que promoveu sua vinda para Maringá na última sexta-feira, junto com o Rotary Club Aeroporto, para uma palestra com renda revertida para a Apae.

Os dirigentes, que são parentes e atuam em área que exige autorização do Banco Central, aparecem em ação por fraude e sonegação e que resultou em recente ação da Polícia Federal, que usou três viaturas para cumprir mandados de busca e apreensão. Inicialmente, inclusive, houve resistência dos acusados quando a PF apareceu. A sede da empresa, na avenida Cidade de Leiria, e a casa da proprietária, na Zona 5, foram alvo dos mandados. O processo foi autuado em 26 de setembro do ano passado.
A ação tramita em segredo de justiça. Em Maringá, o processo está em sigilo nível 1 (vê-se a movimentação, mas não as peças). Recentemente, um ex-presidente da mesma entidade teve decretado contra si um mandado de prisão.
PS – A juíza que deverá julgar o feito é Gabriela Hardt, já que Moro atende exclusivamente a Lava Jato.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

14 pitacos em “Ação contra dirigentes da Acim será julgada na 13ª Vara Federal

  1. Homossexual Passivo diz:

    Isso vai acabar em pizza.

    Motivo: Sérgio Moro só julga pesado coisas que envolvem o PT.

    A ACIM vive bancando eventos do juiz tucano.

    Da mesma forma que o PSDB faz com Dória (LIDE), que em evento tucano e juiz se diz não ser partidário.

    Infelizmente o maringaense paga pau pra Moro apenas por este ser maringaense.

    O típioco bairrismo caipira cega as pessoas

  2. A petezada odeia o juiz Moro…e fica tentando diminuir a sua capacidade, coragem e competência. Preferem endeusar os que acabaram com o País achando que são inocentes. Nao tem PT, PSDB e outras siglas sendo protegidas…todos deverão pagar pelo estrago que fizeram.

  3. antonimo de anonimo diz:

    o ANÔNIMO 19 DE MARÇO 16;00H. Se manca ô trouxa, diminuir um diminuto? Sê bebeu cerveja mijada? Diminuir a direita imbecil onde? No mundo inteiro essa desgraça só dissemina guerra, fome e miséria. Acorda ô ANÔNIMO. Esse Juiz só existe por causa da falência da imprensa maior. O Facebook meteu uma branca tão grande na Mídia Judaico Cristã, que ela vai falir mesmo ANONIMO. Dai a judeuzada precisa dos golpes, das tramóias, de gente diminuta para sua trakinagens golpistas.

    • Chora petezada….vosso chefe está na mira…precisamos dar uma limpa na ladroeira que implantaram na nação…nao importa se e direita ou esquerda…pense no Pais…no nosso futuro…

      • Anônimo, deixa de ser partidário. Pelo visto você não passa de um psdbista convicto, dizendo não se emportar se de direita ou esquerda, possivelmente você votou no Aécim-po e no Beto Rixa(agora indiciado no lava jato e operações do Detran)

  4. Só pra ser um pouquinho claro. Moro , apesar de pertencer a 13a Vara Federal de Curitiba, já há algum tempo julga EXCLUSIVAMENTE os processos da operação Lava Jato…

    Desta forma, quem julgará os processos citados será algum outro juiz da mesma vara…

    Quanto ao “passivo”…. juiz tucano é uma afirmação muito engraçada, mas é crime !!! Se Moro julga atos praticados pelo PT, talvez seja porque o PT era quem cometia os crimes investigados pelo juiz… que, ao contrário do partido que ele aparentemente defende, já DEVOLVEU AOS COFRES PÚBLICOS BILHÕES…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>