Juízes de Maringá rejeitam proposta para construir fórum fora da praça Salgado Filho

Praça Salgado Filho

Juízes de Maringá não aceitam abrir mão da praça Salgado Filho para construir ali o novo fórum da comarca.
A informação teria sido passada de forma oficial ao prefeito Ulisses Maia dias atrás.

Recentemente o prefeito anunciou que, atendendo a população, a praça continuaria, assim como o histórico prédio do antigo Aeroporto Gastão Vidigal.
Os juízes não aceitaram a proposta de um terreno ao lado, do mesmo tamanho, que seria doado ao Tribunal da Justiça do Paraná, em substituição ao da praça, uma das mais antigas e simbólicas da zona leste da cidade.
A alegação para não se construir o novo prédio em outro local que não seja a praça seria principalmente do atraso de todo o projeto do chamado Novo Centro Cívico.
O projeto do Centro Cívico (originalmente, com sete andares) foi propositalmente atrasado nas gestões municipais anteriores, para beneficiar o empreendimento privado chamado Eurogarden, que no ano passado foi colocado à venda e já está irregular diante da operação consorciada urbana assinada na administração anterior. Denúncias envolvendo o empreendimento – sob a responsabilidade de uma empresa que tem menores de idade como sócios – estariam no Ministério Público.
Diante do que aparenta ser um impasse, resta saber como este será resolvido. Fosse nos Estados Unidos, o caso até poderia ser conhecido como Judiciário x Comunidade.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

18 pitacos em “Juízes de Maringá rejeitam proposta para construir fórum fora da praça Salgado Filho

  1. Juzeco maringaense diz:

    E há quem defenda a classe dos juizecos brasileiros, que se acham deuses com supremos poderes que podem passar por cima da comunidade

    • Orlando Bruno diz:

      O tribunal de justiça está mal acostumado a usar praças de pequenas cidades para construir seus prédios isso é um crime contra a população.
      Aqui em Maringá tem que ser diferente. Se insistirem vamos propor audiência pública.
      As praças são do povo e o povo tem que decidir.

  2. Os juizes são temporários.
    Até irem para Curitiba ou aposentarem.
    A cidade é MAIOR que a vaidade das togas.
    Em frente prefeito.
    A praça é do povo.
    A Justiça também.
    Nossos impostos pagam o TJ e MP.
    Chega de vaidades.
    A placa de inauguração vai conter seus nomes.
    Fiquem tranquilos.

  3. O terreno já foi escriturado em nome do Poder Judiciário…
    A Administração não esta atentando em favor do povo e sim do proprio interesse… querem tirar o “Forum novo” e jogar em outro terreno justamente para desvalorizar o Eurogarden que é dos Amiguinhos barros e sua turma…

    Quer expandir em direção de Paranavai a cidade para zoar com o Parque industrial….

    FALACIA PURA A ADM MAIA/SCABORA

    • O Eurogarden, colocado à venda, teria finado sua relação com a prefeitura, no ano passado. Aguarda-se que a prefeitura se manifeste sobre a correspondência da Argus, que teria aberto mão do empreendimento. Contatada, a Argus simplesmente não respondeu.

      • Quando o Eurogarden foi colocado à venda?
        Que tal correspondência é essa?

        Obs: Angelo, acho que você quis dizer findado e não finado.

  4. Já passou da hora da sociedade conhecer as atividades do judiciário. A final, somos nós quem financiamos todas as suas despesas e mordomias.
    Também já passou da hora, dos magistrados e servidores saírem da redoma e participarem mais dos problemas da comunidade. Parem de pensarem isoladamente, olhando somente aos seus umbigos, com egoísmo que lhes são peculiares.
    A Sede deve ser construida onde for melhor para o município e para todos os seus cidadãos, a final.
    Estamos o prefeito.

  5. lvisionario diz:

    Eurogardem e mais um engodo, quantos aos juízes, eles não são mais importantes do que o bem estar da comunidade, e em determinados casos nem fazem falta, chega a ser um desperdício de dinheiro manter essa classe como servidores públicos.

  6. Eu defendo a Praça Salgado Filho para os moradores daquela região. Há outros locais tão bons para a construção do Forum ou eles se acham superiores aos direitos da comunidade? Acredito que irá prevalecer o bom senso, a área é do povo, é de Maringá, portanto a população deve ser ouvida a respeito e ter sua posição considerada.

  7. Juris-prudência diz:

    Eles estão certo, foram vários anos de planejamento….agora vem e põe peruca no gato, pra parecer leão….oras…vá catar coquinhos…

  8. Juiz tem mais é que cuidar do monte de processos que eles tem para despachar e prolatar sentenças.

    Quanto as instalações eles tem mais é se adequar onde for construído e tá de bom tamanho.

  9. Juizes insensíveis, preferem tirar do povo o seu espaço de lazer para construírem a sua corte!! Nem com outro terreno sendo doado, p.q.p., cambada de meninos mimados. são incapazes de legislarem para o povo, mas sim a seu favor, só!!!

  10. Eles caneteiam os pobres, pretos, ralados mas não abrem não dos vultuosos salários, vale gravata, vale paletó, vale moraria, vale o c…, ganham horrores e não cumprem a sua função.

  11. Eu tenho todos os interesses no Euro Garden, uma vez que minha família tem uma propriedade nas imediações e gostaríamos muito que valorizasse, mas acabar com a praça é um crime, existe uma cultura de anos naquele lugar, gerações que cresceram se divertindo ali, mas Maringá adora acabar com as praças e não é de hoje.

  12. se os juízes são intransigentes e egoístas estamos todos ferrados.
    eles deveriam ter o bom senso de ver o bem da cidade, mas estão pensando somente em si mesmos.
    LAMENTÁVEL POR PARTE DO JUDICIÁRIO FAZER ISSO.
    como morador do bairro aeroporto discordo nos juízes.

  13. MACARRÃO diz:

    EM VERDADE NÓS QUE PAGAMOS TUDO ISSO E MAIS UM POUCO SOMOS VERDADEIROS BABACAS. SÓ SABEMOS FALAR MAS AGIR QUE É BOM NADA. NEM EM MANIFESTAÇÕES CONTRA ESTES E OUTROS PROBLEMAS NÓS PARTICIPAMOS. SOMOS A TURMA DO” LERO, LERO AGIR QUE É BOM NÃO QUERO “

Deixe seu pitaco