Hossokawa quer que Guarda Municipal reforce segurança no prédio da Câmara de Maringá

Câmara de Maringá

“Vamos trocar e aumentar o número de equipamentos por outros com melhor resolução e distribuí-los por todo o prédio. Além disso, vamos solicitar à Guarda Municipal o destacamento de homens para reforçar a segurança no local durante o dia e, principalmente, à noite”.
A informação é do vereador Mário Hossokawa, na sessão de hoje, a propósito do ato de vandalismo

registrado ontem à noite um homem ainda não identificado, que quebrou o vidro da principal porta de entrada da casa.
Há quem conteste a ideia de o Legislativo recorrer à Guarda Municipal, que tem seu trabalho junto a escolas, postinhos de saúde e outros prédios públicos. “Comecem a se preocupar com a segurança em um todo em nossa cidade”, escreveu, por exemplo, Adelmo Aguiar, no perfil da Câmara de Maringá no Facebook.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

7 pitacos em “Hossokawa quer que Guarda Municipal reforce segurança no prédio da Câmara de Maringá

  1. Nossa tem 15 vereadores e os 15 são homens e estão com medo de um elemento que jogou uma pedra no vidro..vão dar uma volta nos bairros e façam levantamento de arrombamentos e assaltos em nossa cidade ai voceis vereadores vão querer e sumir daqui…

  2. Não é o momento de reformas em Gabinetes vereador Mariuci o Brasil Agoniza em Crise….quer segurança Hossokawa contrate, deixa os guardas municipais cuidarem de Creches, Escolas e Posto de Saúde..

  3. Falando em guarda, quando teremos a prometida guarda armada nas ruas? Me perdoe senhor Mario Hossokawa mas deveria cobrar a segurança para os cidadãos que passam o dia inteiro trabalhando em seus comércios e das donas de casas que ficam em seus lares, crianças nas escolas etc… O nobres pares fazem duas seções semanais pela manhã e querem segurança?

  4. Na fita, parabéns pelo comentário; quem precisa de segurança e a sociedade, e principalmente no centro de Mgá; a praça Raposo tavares esta repleto de usuários de drogas e assaltantes e incomodando as pessoas de bem, os trabalhadores que são amedrontadas por todo tipo de criminoso e este tal de presidente da camara municipal de Maringá vem falar que precisa de segurança, o que o guarda vai fazer com uma tonfa, só se for enfiar no rab* do j**a Vá pra merda; antes de pedir segurança vai cumprir o que prometeram na campanha politica.

  5. Maringá tem que deixar de ser caipira, pelo amor de Deus senhores vereadores até quando, a Câmara de vereadores tem que criar o seu próprio corpo de guarda a exemplo da assembléia legislativa do estado do congresso e do senado. Diminuam os assessores de vereadores que na verdade se os vereadores trabalham pouco esses assessores devem trabalhar menos ainda. Tenha coragem Hossokawa incorpore o espírito samurai dos seus antepassados e crie esse corpo de segurança, comece com dois de dia e dois de noite, exijam curso de vigilante, esses homens poderiam trabalhar de terno preto a exemplo das outras casas de “leis”, veja com o seu jurídico e consulte a Polícia Federal, pode ser dado o porte de armas para uso em serviço, o direito de defesa é sagrado ou vamos esperar o dia em que um louco vai entrar armado e sentar o aço num inocente ai dentro da câmara, para depois da desgraça ai vocês vão criar coragem de tomar uma atitude preventiva ! ! !

    • Concordo em parte
      A câmara que contrate uma empresa que lhe convier para a segurança, afinal o legislativo tem seu orçamento próprio.
      A guarda municipal deve estar nas ruas fazendo ronda e patrulhamento, abordando malandro e trabalhando em conjunto com as policias civil e militar.
      Quanto a prédio público, está mais do que na hora de rever isso Ulisses; esse tipo de serviço deve ser realizado por empresas contratadas, pois o que vemos hoje são guardas despreparados, muitas vezes já de mais de meia idade e que precisam se desdobrar com bicos pra sobreviver e acabam sendo pouco eficientes.

  6. Já existem vigias na câmara. O problema é que não são capacitados. Estão lá apenas para fazer parte do esquema de horas extras. Vejam no Portal dá Transparência dá Câmara quanto os vigias estão ganhando com isso. Principalmente os da noite. Agora, se o presidente autorizasse curso de capacitação pra vigias e recepcionistas, se eles deixassem de fazer corpo mole como fazem, talvez não precisasse da guarda lá na câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>