Há pouco mais de 7 anos

Dentro da série de publicações que fizemos nos últimos anos, para ficar nos 7, lembrados por um vereador, em que teríamos passado ofendendo pessoas, ‘chamando-as de ladras dentre outras agressões’, vejam esta aqui, na nossa saga para economia de dinheiro público, que depois de muito trabalho resultou na extinção da secretaria e da empresa de economia mista, o que prova que estávamos certos.

Em resumo: O que há de comum entre a Secretaria de Relações Interinstitucionais e a Urbamar? Ambas são apenas, em nossa opinião, cabide de comissionados e suas existências totalmente desnecessárias. A Serei, que teve seu ‘Regimento Interno’ publicado pelo Decreto 128/2010 em 19/2/10, é um dos maiores absurdos administrativos. (…)
Só para lembrar, a Serei consome quase R$ 500.000,00 anuais e a Urbamar mais de R$ 3 milhões da receita do município.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Há pouco mais de 7 anos

  1. AKINO, vi agora na RPC o sec serviços públicos, indicado pelo mano do prefeito, anunciou que vai romper o contrato a partir de 1 de agosto e antes de iniciar o processo de licitação para destinação de resíduos sólidos, só se fala que a CAVO, ajudadora de campanhas, será a vencedora. Como é esse exercício de futurologia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>