Perguntas que intrigam

camara maringá

Leitor relaciona quatro coisas que intrigam:

1) Por que os servidores contratados para trabalhar nos setores de tecnologia da Prefeitura e da Câmara recebem “gratificação por atividade em tecnologia”? Qual é o componente de insalubridade ou periculosidade envolvido?

2) Por que diretores e chefes de gabinete da Câmara recebem quase o mesmo ou até mais que os vereadores?

3) Por que as funções gratificadas da Câmara (chefe de divisão: R$ 4.500,00; chefe de seção: R$ 2.800,00) são bem maiores que os FGs da Prefeitura, onde o maior FG está em torno de 1.300,00?

4) Por que os membros das comissões de recebimento e de licitação na Câmara, por exemplo, recebem 50% de gratificação, enquanto na Prefeitura ninguém ganha nada para participar dessas comissões?

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

23 pitacos em “Perguntas que intrigam

  1. Parasitismo político… já parou pra pensar que mudam os prefeitos, os vereadores, mas são sempre os mesmos nos cargos de gerência, direção… A classe política é um feudo, uma casta, que independente da sigla se protege e se perpetua no poder…
    Quantas siglas de partidos novos foram anunciadas aqui em menos de 1 mês… aí tu vai olhar quem são os “donos” dos partidos, são sempre os mesmos parasitas de sempre, se disfarçando de novidade, pra poder abocanhar as tetas gordas que perderam nas siglas velhas…

  2. Marcelo Almeida diz:

    Para todas as suas perguntas, uma resposta: o Poder Legislativo é autônomo e independente. Comparações com o Executivo e o Judiciário não cabem. Cada qual ao seu quadrado.

    • Leandra V. G. Costa diz:

      Perfeito e digo mais: Não é porque na Prefeitura fazem ERRADO que a Câmara vai fazer igual. Hely Lopes afirma toda atividade cometida a servidor fora das atribuições do cargo pode ser retribuída com FG (função gratificada) e que esta serve para compensar riscos que muitas vezes o servidor tenha em decorrência dessa atividade. Sabemos que o servidor não pode se recusar de participar de algumas comissões, mas isso não significa que tenha que trabalhar sem receber alguma contrapartida, pois nesse caso poder-se-ia até mesmo alegar-se desvio de função ou enriquecimento ilícito por parte da Administração. Há que se distinguir entre mordomias e privilégios de VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL. Para quem está descontente com a Prefeitura, sirvam-se do recente concurso aberto pela Câmara Municipal de Maringá.

  3. Prezado Rigon: por falar em perguntas que intrigam, que tal aquela “você sabe com quem está falando”? pqp. Veio de algum membro da polícia militar

    • Controle Social diz:

      Sr. cidadão, não são não. A lei vale pra todos, conforme preconiza nossa Constituição, e precisamos crer nisso.
      Os agentes públicos que cometem atos ilegais devem ficar atentos a suas práticas, porque as implicações são grandes: responsabilidade civil, administrativa e penal. E, dentre tantas responsabilidades, perder ainda a função pública (demissão), imagino não estar nos planos de ninguém, principalmente se tratar de servidores prestes a se aposentar.
      A propósito, vale salientar que atos do setor ao qual o senhor menciona deveria receber a atenção dos nossos representantes legítimos (Vereadores), e indiscutivelmente do MPC (Ministério Público de Contas), para apurar certas práticas que possivelmente não estejam amparadas pela legislação, e se, comprovadas, responsabilizar todos que de certa forma contribuíram para o feito.

    • rapaz, trabalho na informática, e bem que eu gostaria que tivéssemos o poder que você acha que temos. se tivéssemos, ia ser possível melhorar muita coisa na prefeitura e em seus serviços. como não somos nem uma secretaria e nem ouvem nossos apelos e sugestões, só podemos lamentar a situação que encontramos a prefeitura. uns setores com abundância de equipamentos enquanto outros essênciais com falta. empresas terceirizadas de informática sendo contratadas quando sairia muito mais barato utilizar os serviços da própria informática da prefeitura. se possui alguma dúvida, converse com nós e você vai se surpreender e ter uma visão muito mais abrangente da prefeitura, pois atendemos toda a prefeitura e sabemos dos seus problemas. difícil é conseguir o apoio para solucionar, pois existe muita falta de vontade, o pensamento parece ser “é mais fácil deixar como está”.

    • ixi meu velho, a informática é “pau mandado”, todo mundo manda nela e cospe dizendo que não funciona. não têm poder de decisão nenhum e nem verba, toda prefeitura depende dela mas nem secretaria é. é só falar que vai falar para o prefeito que têm que abaixar a cabeça e aceitar os absurdos que pedem. dá até vergonha falar que fez faculdade para ganhar o que ganhamos, ainda bem que têm a gratificação em informática, senão não dava para pagar os consignados. a rotatividade de funcionários seria alta, ia todo mundo procurar coisa melhor.

      • consignado? fale com rocha da informática. vasta experiência no assunto, dezenas de consignados pagos com sucesso. sabemos o melhor banco e plano para você. as menores taxas de juros. rocha, consultor de consignados. procure a informática da prefeitura de maringá, pertinho de você.

        zoação à parte, se precisar temos experiência mesmo. clientes vip dos bancos, a alegria dos setores de consignados. quando a prefeitura vai pagar um salário decente aos funcionários?

  4. Eu complementaria o questionamento desse tal “leitor” que se mostra bem parcial:
    Por que os nobres advogados da Prefeitura ganham gratificação de 200%??

  5. 1) É uma gratificação e não se trata de periculosidade ou insalubridade, senão teria esse nome.
    2) Porque o salário de vereador é ridiculamente baixo para uma cidade como Maringá.
    3) A maior FG da prefeitura é 2.500,00 (e não 1.300). Na Câmara é excessivo o valor da FG, não justifica.
    4) Esse percentual da Câmara também é excessivo. Comissão de recebimento não deveria receber nada.

  6. Vocês sabem que uma servente (nada contra a categoria) do HU pode ganhar até 6 mil reais por mês?
    Dependendo dos dias e horários das escalas e claro?
    É só conferir no portal da transparência da UEM

  7. Advogado – 200% mais os honorários
    Dentista – 25%
    Contador – 150%
    Engenheiro e arquiteto – 100%
    Médico – 25%
    CTI – gratificação por atividade em tecnologia

    • Tem que diferenciar nível superior e nível médio. Óbvio que a % é menor pro médio.

      Outra coisa tem diferenciar quem traz verba/lucro pra prefeitura: advogados, auditor tributos, fiscal, procon, etc,
      óbvio que esse pessoal tem que ser incentivado a arrecadar cada vez mais, dentro da lei óbvio, o que vai refletir em caixa pra comprar equipamentos de informática pras outras secretarias fazer uma obra pra população etc etc….reticências….
      Pensem nisso enrustidos.

  8. É facil… É só estudar e passar no concurso “cambada”. Parem de criticar e vao estudar. Depois q estiverem lá quero ver criticarem… Criticam pq nao tem capacidade de passar no concurso. Hehehe

    • a mudança continua companheiro. o slogan é das gestões passadas, mas o que não falta é mudança na prefeitura de maringá….. os serviços e qualidade são as mesmas, mas que tem de setor mudando físicamente de lugar é impressionante. coitado do pessoal da elétrica, divisórias, telefone e informática. não dá para dar conta de tanta vontade de mudar. que as mudanças não sejam apenas de lugar, que Deus e o Ulisses olhe por Maringá.

  9. 1) pq foram bons no lobby. Na câmara por exemplo dobraram até o Humberto;
    2) pq Vereadores são uns idiotas, incapaz de legislar sobre o próprio salário, esperando ganhar as eleições;
    3) lobby também, estão mais perto de quem toma as decisão, mais fácil​ influenciar, e outra coisa, poucos lá na câmara tem condições de exercer chefia de Divisão e se vc tiver num bom nível na carreira, compensa mais estar numa comissão, que recebe 50% a mais no salário do que ter a responsabilidade de ser chefe da divisão.
    4) Lobby de novo. E outra coisa, tem que receber sim. Tem que receber enquanto estão no serviço público, porque lá é um armando cama de gato pro outro. Ó o caso daquela comissão de recebimento que os caras estão com dias contados pq foram ingênuos e deixaram se levar por presidente, chefe da divisão de TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>