Telefone sem fio

A Secretaria de Recursos Humanos de Maringá aumentou a fiscalização sobre as horas efetivamente laboradas no período das 22h às 5h, e que atinge principalmente servidores púbicos municipais da área da saúde.
Assim como na questão das horas extras, houve problemas na comunicação e teve gente acreditando que o adicional noturno seria cortado. Ou seja, não procede.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

4 pitacos em “Telefone sem fio

  1. Inacreditável que uma cidade administrada pelo PDT, possa ter alguém de seu quadro que tenha sequer cogitado isso.
    Brizola deve se revirar no caixão !

  2. Se depender do Secretário de Recursos Humanos, César França, nada vai para frente, só reclama e pensa apenas nele é um incompetente, aí não é lugar para essa gente banana!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>