Parceria pretende estimular coleta seletiva nos condomínios

A Secretaria de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal e o Sindicato da Habitação e Condomínios iniciaram hoje as tratativas para desenvolver projeto de coleta seletiva em condomínios de Maringá.
Um dos modelos seria o Condomínio Bertioga do Parque Residencial Cidade Nova que separa os resíduos e repassa para a cooperativa de reciclagem.

No projeto, os moradores separariam papel, papelão, vidro, sucata eletrônica e plástico em recipientes específicos e que semanalmente seriam recolhidos por uma das sete cooperativas do município. Além de separar os produtos, os moradores evitariam que os recicláveis estivessem molhados e com resíduos orgânicos, garantindo a venda dos materiais pela cooperativa a indústrias de reciclagem.
A diretora de Apoio às Cooperativas da Sema, Vera Tasca, destaca que a administração está regularizando a situação das cooperativas e deseja o envolvimento de toda a sociedade. “Nosso objetivo é fidelizar esses moradores, sensibilizando que além de gerar passivo ambiental esses resíduos são fonte de renda para famílias de baixa renda”, afirma.
A coordenadora da Secovi, Rosângela Alfredo, ressalta que a instituição tem mais de mil condomínios cadastrados e está otimista com a possibilidade da parceria. “Vimos uma luz no fim do túnel pois sempre esperamos essa parceria. Um projeto como este exige continuidade e segurança para os moradores”, destaca. (PMM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Parceria pretende estimular coleta seletiva nos condomínios

  1. De que adianta separar o lixo reciclável se a prefeitura não o recolhe.
    Aqui na minha rua a última coleta de recicláveis foi feita na primeira semana de junho, depois nem notícia do caminhão da coleta.
    Alguns vizinhos que reclamaram da falta da coleta foram visitados por um funcionário do município e aí sim que a coleta de recicláveis não apareceu mais na nossa rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>