Lei da quarentena…

Emenda

… pode obrigar município a pagar CCs por mais seis meses. Provavelmente com intenção de atingir o ex-diretor de Comunicação da Prefeitura, Agnaldo Vieira, tramita na Câmara de Maringá um projeto que visa impedir que o município contrate com pessoas que tenham atuado em seus quadros, como servidor, inclusive comissionado.

Como se vê neste artigo, a ideia não é original, mas cópia de uma lei federal, e salvo engano teria endereço certo, mas pode falhar por duas razões: 1- Entraria em vigor após o evento da exoneração do Agnaldo e não atingiria, pois nenhuma lei pode retroagir para prejudicar alguém. 2- Obrigaria o município a pagar por mais seis meses os vencimentos do exonerado, já que estaria impedindo de ter uma vida normal, a ponto de empresarialmente contratar com o município. O projeto já teria a assinatura de três vereadores e precisa de cinco. Seria bom a Procuradoria Jurídica e a CCJ analisar ‘hermeneuticamente’, com muito cuidado, o texto que pode ser contra o contribuinte. Não acha, Flávio? O que pensa, Do Carmo? Os senhores que são juristas, também. Eu, com meus parcos conhecimentos, mas como diria ‘Didi Mocó’, dou minhas cacetadas, aconselharia os demais vereadores a não entrarem nesta briga, que parece ser coisa pessoal, perseguição legislativa.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

16 pitacos em “Lei da quarentena…

  1. Tantos projetos bons, por exemplo marcar uma consulta especializada e obrigado o municipio atender com no maximo 30 dias, obrigar empresas com mais de 100 funcionários a ter creche própria ou dar o vale creche ao funcionário, obrigar a TCC a acabar com carteirinha pra pessoas com mais de 65 anos e deficientes, pois a própria lei do idoso diz que não precisa de carteirinha é sim só da Identidade ou documento oficial ccom foto, e tantos outros projetos, agora vem este proibir a pessoa que exerceu cargo publico na prefeitura a não poder contratar quem exerceu cargo na prefeitura, Vereador o senhor tem tudo para uma carreira politica exelente, mas tire isto fora.

  2. Se fosse no governo anterior todos bateriam Palma, agora é perseguição? Ora faça me o favor, está legislatura já tá uma bosta, não se vê nada de interessante , fica só fazendo homenagem. Algum vereador tinha que apresentar um projeto que limita homenagem é RCC, Padre, Pastor, Polícia, Lobisomem afff, o turminha ruim de serviço.

  3. Marcelo Almeida diz:

    Bom, foram eleitos para analisar leis boas como essa. Quem esteve na última sessão da câmara viu de tudo: a sessão parecia uma missa e depois a Iraides e sua patota (inclusive aquela mulher do cruza braço e de cara feia) sendo elevadas por vereadores só pra ganhar aplauso. Ridículo.

  4. A lei é ótima, mas se o Prefeito for contra todo mundo fica contra. Falta de personalidade desse povo. Sem contar que os 3 mosqueteiros que mandam na Câmara Bravin e os Marios fazem só que eles querem.

  5. Essa lei tem claro intuito de perseguir desafeto de um vereador, deviam fazer um serviço melhor para a cidade do que usar o poder para perseguições pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>