Festança milionária

Prédio

Do jornalista Valdir José Cruz:

Um casamento de milhões
Isto mesmo. A festança, em local público, com segurança pública, vai custar, só a parte da família Barros, R$ 2 milhões.
Mas há mais. Muito mais.

Os especialistas calculam.
Os convidados somam.
O povão indigna-se com a fartura em tempo de crise.
O casamento da deputada Maria Victória, filha do ministro da Saúde (por enquanto), Ricardo Barros, do governo Temer (por enquanto), e da vice-governadora, Cida Borghetti, é um desbunde só. Coisa para jeca nenhum botar defeito.
Para a festança, no Largo da Ordem, em Curitiba, chegou-se a ornar com mau gosto um belo prédio de bom gosto. O edifício em questão é o histórico Palácio Garibaldi. (Veja como ficou na foto).
Na sexta-feira, 14 de julho, os noivos e, principalmente, os pais da noiva, recepcionarão mil e duzentos convidados nessa horrorosa estrutura. O custo da festança é mantido em sigilo. Mas uma fonte, com acesso direto a toda estrutura, garante que a família Barros está “investindo” na cerimônia a bagatela de R$ 2 milhões. E quanto serão gastos com policiamento e esquema de trânsito?
É uma provocação. Uma ostentação digna da corte do rei Luís XVI, o último da França, que caiu junto com a Bastilha. A data da queda do rei ostentação, um fato histórico, coincide (vejam só!) com a do casamento que vai parar Curitiba. A Bastilha caiu em meio a uma grave crise vivida pela França. Quando a rainha Maria Antonieta ouviu as reclamações da população de que faltava pão, saiu-se com esta: “Se não tem pão, comam brioches”!.
Com a queda do rei, ela acabou, junto com o marido, guilhotinada.
E não é sem razão que um grupo de moradores da região do Largo do Ordem vai armar uma guilhotina simbólica, que ficará à vista dos convidados, lembrando a todos que a ostentação é uma provocação desnecessária à sofrida população de Curitiba.
Você é abonado e quer enviar um presentinho aos noivos. Fique à vontade.
Confira a lista aqui.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

11 pitacos em “Festança milionária

  1. Revoltante, o duro e saber que tudo isto vai ser pago com dinheiro do povo, dinheiro ganho provavelmente com a compra de medicamento para câncer vindo da China. Vamos derrubar esta quadrilha nas próximas eleições, unidos somos mais.

  2. Então, em época de crise,

    deveriam fazer o mais simples, seria muito mais educado e chic.
    cerimônia para poucos, sem exageros, sem grandiosidade….

    eqto isso,

    o povo que se mata para pagar tantos impostos, fica a conta!

  3. Deputada eleita por Maringá, deputado federal eleito por Maringá , vice-governadora de maringá ( embora o sotaque não seja ) e o casamento é em Curitiba !! será que os eleitores dela foram convidados ? mais, alguém sabe mencionar algum benefício que a nossa deputada trouxe para maringá ? acorda Maringá !!!

  4. Quem está pagando esta folia? Todos os otários pagadores de impostos…Estas inconsistências financeiras o senhor Procurador Geral da República não nota kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>