Correntes magnéticas

Busquemos nos entender com todos, compreendendo que toda criatura tem os mesmos direitos que os nossos, ainda que sejam políticos corruptos, ou sem uma orientação que lhes dê equilíbrio.
Existe, em todos nós, força magnética capaz de mostrar aos outros como somos. Partem de cada pessoa correntes magnéticas que associando-se as outras existentes na mesma dimensão provocam distúrbios ou equilíbrio, dependendo da fonte geradora.

Se desejarmos viver despendendo energias elevadas, precisamos estabelecer harmonia em nossa intimidade e uma maneira eficaz é perdoar aos que nos ofendem e esquecer as calúnias.
Com este texto de João Nunes Maia, com adaptações, tirado do livro Cura-te a ti mesmo, que estou aplicando à minha vida, convido a todos os leitores a pensarmos em não ficar brigando, procurando prejudicar os que pensam diferente de nós. Vivamos em harmonia para colaborarmos com as correntes magnéticas que ajudarão no bem. A Câmara de Maringá,por exemplo, está precisando. Vamos ajudar? Será bom para todos.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Correntes magnéticas

  1. Eita ,meu Deus do céu,desandou de vez Sr Akino,valei meu padim Ciço,pedir isso é demais,peça aos ilustres vereadores tomarem vergonha na cara e trabalhar pro povo de Maringá …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>