Ofício aberto

A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV e Aids (RNP+Brasil) enviou ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, na última segunda-feira, ofício aberto sobre a restrição para realização de exames de carga viral em todo o Brasil, e de diversos medicamentos antirretrovirais para o tratamento do HIV, em muitos estados do país.

“Exigimos que em caráter de urgência o Ministério da Saúde resolva definitivamente a suspensão dos exames de carga viral, bem como o fracionamento e a falta dos diversos medicamentos antirretrovirais”, diz trecho.
Cópia do documento foi enviada ao Conselho Nacional de Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Departamento de IST, Aids e Hepatites Virais, e à Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento às DST/HIV/Aids do Congresso Nacional. Confira a íntegra da carta aqui.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>