Justificativas de votos

Entendi perfeitamente os votos dos vereadores Sidnei Telles e Chico Caiana contra a abertura de processo disciplinar contra o vereador Homero Marchese. Telles, só por estar efetuado a leitura da denúncia, foi xingado por alguns presentes que não entendiam bem o processo. Sua intenção era abster-se, mas, como não poderia, preferiu votar contra, penso. Chico Caiana, por ser colega de bancada (mesa) do vereador, ficaria numa posição pouco confortável.

Por outro lado, os votos daqueles que foram pela abertura do processo, alguns de vereadores que gostam do colega, como Flávio Mantovani, por exemplo, que mais uma vez declarou isso no Band Notícias, ontem, deram oportunidade para ao colega provar sua inocência, que não cometeu qualquer atentado ao decoro parlamentar, como entendem muitos. Abertura de processo não significa condenação, muito pelo contrário. É uma grande oportunidade de defesa e definitivamente acabar com eventuais especulações. Por falar em defesa. Que defesa fez ontem o colega da Band!
Akino Maringá, colaborador
(*) Foto Marquinhos Oliveira

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Justificativas de votos

  1. Clóvis Pontes diz:

    Como a inteligência e a estratégia humana desconhece o Poder que está acima de todos nós. Neste dia teve inicio um novo processo que praticamente ninguém (ou todos ali) tiveram discernimento.

Deixe seu pitaco