Frente lançada

O deputado federal Edmar Arruda lançou nesta manhã a Frente Parlamentar de Apoio à Indústria da Construção e do Mercado Imobiliário, no Café do Salão Verde, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

O objetivo da Frente é aprimorar a legislação que atinge e atende estes segmentos e buscar a valorização e o reconhecimento destes profissionais.
Conforme afirma o parlamentar, o grupo vai abrigar e defender o setor da construção pesada, da construção civil, da construção naval, de financiamento habitacional e também do mercado imobiliário, que envolve milhares de corretores em todo o Brasil. A Frente já conta com a adesão de 240 deputados federais, de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal.
“A Frente Parlamentar nasceu da necessidade de termos um grupo de parlamentares alinhados com o mercado da construção, da habitação, da infraestrutura e do mercado imobiliário. É uma representação importante para o Brasil neste momento em que intensificamos a retomada do crescimento. Nós, como deputados, além de acompanharmos a legislação que atende a estes setores, devemos trabalhar no sentido de induzir esse processo de crescimento”, avalia Edmar.
A Frente terá o deputado Edmar Arruda como presidente. Os vice-presidentes são os deputados Félix Mendonça Júnior (PDT-BA), para assuntos relacionados à Indústria da Construção Civil; deputado Bebeto (PSB-BA), para assuntos relacionados à Infraestrutura; deputado Carlos Henrique Gaguim (DEM-TO), para assuntos relacionados ao Mercado Imobiliário; deputado Odorico Monteiro (PSB-CE), para assuntos relacionados à Habitação, Moradia Digna e Pequenos Construtores; e deputado Jaime Martins (Pros-MG), para assuntos relacionados ao Sistema Financeiro Habitacional.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

3 pitacos em “Frente lançada

  1. Antonio Conselheiro diz:

    Nos tempos dos governos anteriores (Lula e Dilma) não havia necessidade de frente nenhuma, pois a construção civil ia de “vento em popa”.

    Caro Edmar, por que você foi apoiar Temer, que praticamente destruiu a cadeia produtiva da construção civil? Logo vc, que era (ou é, não sei) proprietário de Construtora?

  2. nereu vidsal cezar diz:

    Muito bem Deputado que DEus permiuta que esta frente parlamentar em prol da cionstrucao civil seja um sucesso, Parabens pela iniciativa e participacao.

  3. CONSELHEIRO: VOCÊ QUER DIZER NO TEMPO EM QUE O POVO BANCOU TUDO QUANTO FOI FALCATRUA DESTES DOIS NÃO É NÃO. AGORA QUEM ESTÁ PAGANDO AS CASAS SÃO OS MUTUÁRIOS E QUEM ESTÁ PAGANDO OS BILHÕES É O RESTANTE DA POPULAÇÃO. FAÇA-ME O FAVOR PARE DE QUERER DEFENDER QUEM AFUNDOU ESTE PAÍS. QUANDO FOI O BENEFÍCIO QUE ELES DERAM?

Deixe seu pitaco