UEM contrata roçada

A Universidade Estadual de Maringá está disposta a gastar até R$ 666 mil na contratação de empresa para realizar serviços de roçada no campus universitário e nas extensões de Umuarama, Goioerê, Ivaiporã, Cianorte, Cidade Gaúcha, Iguatemi, Floriano, Nupagri CTI, Hospital Universitário e Clínica Odontológica.

O pregão está em andamento, mas leitor acredita que a instituição poderia economizar, já que possui servidores e equipamentos próprios para fazer esse tipo de serviço.

Esta entrada foi publicada em UEM. Favorite este permalink.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “UEM contrata roçada

  1. A Universidade está suja, e necessitando cortar e podar por todo lado pois , o que é feito nunca atende a demanda.
    E como se trata de serviços, contínuos de manutenção, o certo seria comprar equipamentos, e carros adequados, e assim realizar os serviços com a frequência necessária.
    Se andarem pelo campus todo verão que alguns poucos lugares tem um cuidado diário, e a grama fica mantida podada e bonita.
    A grande maioria não. Mas podaram muitas árvores ao redor do bloco onde fizeram uma praça pro DCE, por que?

    Descendo a pé da BCE, em direção a creche e demais blocos, tem muita grama alta, falam de escorpião.
    Na lateral da esperança, e campo de futebol, e outros também.
    E o bom do sentido único na UEM, é que dá para observar a universidade toda sempre.
    Lugares que antes ninguém passava, hj é caminho diário.
    Limpeza dos lixos, e restos de coisas também e urgente, pois
    Verão é época da dengue.

  2. Andre dias diz:

    Tem 4 com mais de 60 anos….
    So se chama esse leitor para fazer….
    Desde 2010 o governo nao repõe e nem contrata servidor para servico de apoio…
    Ja nao é de hj que ele quer terceiriza.
    Vai brigar com o governo do estado…..

Deixe seu pitaco