Praça no lugar do antigo IML

O prefeito Ulisses Maia disse hoje, no bate-papo com a imprensa, que aquele espaço do antigo Instituto Médico Legal, na esquina da avenida JK com rua Mem de Sá, poderá virar a praça da Ucrânia, já que nas proximidades existe a Igreja Católica Ucraniana São Pedro e São Paulo.

O problema está na intenção da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, que quer valer a cláusula de reversão, uma vez que o terreno é para uso do cemitério. O município vai tentar negociar ao máximo para transformar o espaço numa praça, e somente em último caso utilizará para ampliar o cemitério.
Da mesma forma, prosseguem as negociações com a CMNP em relação ao Horto Florestal. A desapropriação seria a última alternativa, se não se conseguir chegar a um acordo.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

6 pitacos em “Praça no lugar do antigo IML

  1. Poderia usar essa área para aumentar o cemitério, pois peças atualmente só serve para os nóias e desocupados. A população que é merecedora não pode usar.

  2. Antonio Gonçalves diz:

    A igreja “Ucraniana” que não teve sequer um Ucraniano verdadeiro. Folclore puro. É fake. Os tataravô são ucranianos. Façam entao uma praça da Itália, do Japão, da Alemanha. Esses sim ajudaram na colonização da cidade. Esse Ulisses está saindo pior q imaginava.

  3. OLHOS DE LINCE diz:

    O cemitério de Maringá, tá faltando espaço para novas covas, enquanto que temos uma quantidade praças mal cuidadas em toda cidade, sem contar que estão abarrotadas de moradores de rua…

Deixe seu pitaco