Em Goiás, conflito entre os secretários importados por Ronaldo Caiado

O mourãoense-maringaense Ricardo Soavinski, presidente da Saneamento de Goiás (Saneago), entrou em conflito com a super secretária de Economia do governador Ronaldo Caiado, Cristiane Schmidt, revela o site Goiás 24 Horas. Schmidt foi desautorizada por Soavinski quando admitiu a privatização da companhia.

A super secretária também foi importada por Caiado: ela é do Rio de Janeiro. Completam o quinteto importado a secretária de Educação, Fátima Gavioli, é de Rondônia, o de Segurança Pública, Rodney Miranda, é do Espírito Santo.
A propósito, além do ex-presidente da Sanepar, o deputado federal Ricardo Barros negociou com o governador Ronaldo Caiado a nomeação de outro maringaense: Paulo Rogério Bragatto Battiston, que foi gerente-geral da Sanepar na região Noroeste em 2015, gerente de Concessões e diretor financeiro da Sanepar desde fevereiro de 2017. Hoje, Battiston (foto abaixo), na Saneago, diretor de Relação com Investidores, Regulação, Novos Negócios e Governança, um dos dois cargos mais importantes depois do presidente.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Em Goiás, conflito entre os secretários importados por Ronaldo Caiado

Deixe seu pitaco