Sem ter o que falar, ministro do Turismo tenta censurar a Folha

Comentário de Reinaldo Azevedo ao saber que a juíza Grace Correa Pereira Maia, da 9ª Vara Cível de Brasília, negou pedido de liminar feito pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para censurar a Folha de S. Paulo (o ministro pediu que o jornal retirasse do ar reportagens que revelaram a ligação dele com um esquema de candidatas-laranjas do PSL em Minas Gerais):

Dizer o quê? Marcelo Álvaro Antonio não consegue se explicar; tenta obter no Supremo foro especial, embora, na campanha eleitoral, ele o tenha atacado; sai por aí a dizer que não há possibilidade de ser demitido por Jair Bolsonaro e ainda ataca a imprensa livre e independente.
Deve ser a isso que chamam por aí “nova política”. Parece que ela só realiza plenamente com censura à imprensa. Leia as 13 reportagens que o ministro quer retirar do ar. Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

4 pitacos em “Sem ter o que falar, ministro do Turismo tenta censurar a Folha

Deixe seu pitaco