Ex-comitê irregular

Quase seis meses após o segundo turno das eleições e a fachada comitê suprapartidário montado à época na avenida Mauá, Vila Operária, por simpatizantes do candidato continua caracterizado em desacordo com a legislação eleitoral.

A Justiça Eleitoral pode inclusive multar os responsáveis pelo descumprimento à lei, geralmente pessoas que se apresentam como leais cumpridoras dela. Recentemente o blog cobrou – e foi atendido – em irregularidade semelhante ocorrida por um candidato a deputado federal pelo PV na avenida Cerro Azul.
A legislação diz que a remoção da propaganda eleitoral deve acontecer no prazo de até 30 dias, com a restauração do bem em que foi afixada, se for o caso.

Anúncios

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco