Crônica de um repórter

» Crônica de um repórter

As laranjas do meu pai e a sanha da ditadura

Airton Donizete: Era 18 de julho de 1972. Dia do meu aniversário. Eu apoiava a mão direita na perna do […]