Explicação esdrúxula

Vejam a explicação que arranjaram para justificar a criação dos Escritórios de Representação da Prefeitura de Maringá em Curitiba e Brasília (está no site da PMM): “A criação dos escritórios de representação do município em Curitiba e Brasília garantem apoio técnico aos projetos dos deputados estaduais e federais, que de fato são os responsáveis pela liberação de projetos e recursos junto ao Governo do Estado e ao Governo Federal. Os escritórios garantem mais agilidade e economia, reduzindo a necessidade de deslocamento de secretários municipais às duas capitais.”
Meu comentário: Quer dizer que o contribuinte maringaense vai pagar pelo apoio técnico aos deputados estaduais e federais. Eles já têm uma estrutura invejável de assessores para cuidar disso, pagos por todos nós? Isto é biespoliação. E o que faz o titular da Serei? Não é para viver viajando para Curitiba e Brasília? Que bela economia teremos com esses monstrengos administrativos que custarão cerca R$ 1 milhão por ano. Parem com isso! É considerar que somos todos perfeitos idiotas. Se esta aberração não for contestada pela OAB, Acim, igrejas, pelo PT. Sim, onde está o PT que não emitiu uma nota? Tenho certeza que o Ministério Público agirá. Fico indignado com a passividade da imprensa (O Diário, e outros órgãos). Quando se trata da Câmara batem, pressionam, quando o assunto é armando por Ricardo Barros silenciam. Dá vontade de dizer palavrões mais cabeludos.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.