Escala Musical e documentário

Q

O Ministério da Cultura autorizou hoje a captação de recursos para dois projetos culturais relacionados a Maringá. Um é para a Escala Musical, no valor de R$ 807.788,30, proposta pelo Instituto Museu da Família, que prevê espetáculos de teatro e dança que estejam em temporada nas suas cidades de origem ou em trânsito pelo país (indo/vindo de festivais, mostras ou apresentações isoladas) para que façam uma escala em Maringá, construindo uma agenda anual mínima de 24 apresentações, distribuídas por diversos espaços, inclusive em praças e ruas. Público estimado de 36 mil espectadores.
O outro projeto é o documentário “Cine Maringá”, de Rodrigo Ferreira Henrique, com 52 minutos de duração, sobre a fundação de Maringá, com destaque a Winnifred Ethel Netto e sua família de oito filhos, que exibiam filmes ao ar livre e em seis anos construíram cinco salas de cinema, um deles o Cine Maringá, onde foi realizado o Festival do Cinema Nacional.Neste caso, a captação de patrocínio pela Lei Rouanet será de R$: 540.020,59.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.