Youssef completa um mês na cadeia

lava jatoPreso há exatamente um mês pela Polícia Federal, na Operação Lava Jato, o doleiro londrinense Alberto Youssef está mais valorizado do que nunca. Corre nos bastidores que ele teria dado um prazo ao deputado federal André Vargas (PT) para deixar a prisão; caso contrário, problemas passariam a surgir, em especialmente na área político-partidária. Youssef começaria nominando os partidos políticos com os quais colaborou financeiramente nos últimos tempos, usando parte dos R$ 10 bilhões irregularmente movimentados. Não sobraria pedra sobre pedra. A ser verdade o que o blog soube, apenas um partido teria ficado da festa com a dinheirama de Youssef, do qual os maringaenses ouviram falar na época do escândalo Paolicchi-Gianoto. O esquema seria tão grande que não é se duvidar que ele seja solto logo.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.