MEC deflagra processo de reconhecimento de curso de Medicina

O ministro interino da Educação, José Henrique Paim Fernandes, no Diário Oficial da União desta quarta-feira, homologou o parecer CNE/CES nº 352/2011, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, que conhece do recurso, para, no mérito, dar-lhe provimento, reformando a decisão da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (portaria nº 679/2008), para deferir o pedido de autorização de funcionamento do curso de Medicina, bacharelado, com 100 vagas totais anuais, oferecido pela Unidade de Ensino Superior Ingá Ltda. (Uningá), com sede em Maringá. Assim, foram convalidados os estudos realizados em períodos anteriores à data de autorização do curso pelo Ministério da Educação, “especialmente para que essa data seja o marco para a deflagração do processo de seu devido reconhecimento, condição necessária para a expedição e registro dos correspondentes diplomas”.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.