PT expulsa vereador que presidiu comissão que investigou prefeito acusado de desvio de pneus

Diego Sanches

O diretório estadual do PT, presidido pelo maringaense Enio Verri, oficializou no último sábado a expulsão do vereador Diego Sanches (foto), de Paiçandu, por 37 votos a 0. O prefeito Tarcísio Marques dos Reis (PT), que não gosta de receber críticas, foi o autor do pedido de expulsão. Sanches presidiu a Comissão Processante que apurou uma das várias denúncias de corrupção na administração petista de Paiçandu; Tarcísio manobrou juridicamente para que a CP não desse em nada, e escapou de explicar à população seu envolvimento no desvio de pneus doados pela Receita Federal ao município.
Durante o processo aberto pela Comissão de Ética do PT estadual, o vereador, que já presidiu o Legislativo paiçanduense, apresentou defesa, mas dificilmente recorrerá na justiça comum. 
A acusação principal contra Diego Mateus Sanches foi de ter realizado uma série de atos de modo a prejudicar a imagem do prefeito Tarcísio Marques dos Reis e do partido, “tendo procedido a diversas denuncias infundadas contra o filiado, expondo rotineiramente fatos não comprovados contra o mesmo, além de capitanear duas comissões processantes perante a câmara municipal com vistas a cassar o mandato do aludido prefeito”.
De acordo com a notificação encaminhada na última segunda-feira, a comissão entendeu que houve a infração ao disposto no inciso XV do artigo 227 do estatuto do partido (“a formulação de denúncias infundadas contra outros filiados”), sendo aplicada a sanção de expulsão com o cancelamento da filiação, conforme o artigo 228, inciso VIII do mesmo estatuto. A representação contra Roseli Chem foi arquivada, já que ela desfiliou-se da gloriosa sigla.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.