Postinho sem médico

A mãe de uma leitora do blog, de 64 anos, foi ontem à unidade básica de saúde do Parque das Grevíleas, em Maringá, em busca de uma consulta, e ficou sabendo que não há médico para atender a população. Médico, lá, só depois do carnaval.
Aquele postinho tem dois médicos clínicos gerais. A justificativa foi de que a médica Juliana está de férias e o médico Adolfo também havia acabado de entrar, ontem mesmo, de férias.


“Agora queria saber onde que está a organização da Secretaria de Saúde de Maringá, que deixa os únicos dois médico do posto sair de férias no mesmo período e não repõe outro para atender a população”, questiona uma familiar.
Uma resposta ao questionamento será difícil, pois a secretária Carmen Abilene (Pros) não tem respondido às perguntas encaminhadas pelo blog.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.