É preciso ser exemplo para exigir exemplo

volvo

Neste cenário em que o país amarga alto número de demissões, a Federação das Indústrias do Estado do Paraná colabora com o índice, demitindo mais de mil colaboradores de suas casas.
Enquanto o Brasil clama por redução de taxas e impostos, a Fiep aumentou em até 1.300% a anuidade dos filiados.

Critica-se o governo federal que age sem transparência e emprega dinheiro público em conforto para alguns membros do alto escalão. Enquanto isso, a Fiep paga uma remuneração expressiva ao presidente, fornece cartão corporativo e ainda compra, recentemente, para o uso do presidente aos finais de semana, um carro Volvo XC90, de mais de R$ 300 mil (carro da foto), sendo que a entidade já possui outro veículo, com motorista, para uso exclusivo do presidente.
Esta Fiep esbanjadora que acompanhamos terá que moral para cobrar mudanças nos desmandos do sistema público?

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.