Vai-e-vem

Ao trazer Ricardo Barros (PP) para a Secretaria de Planejamento, a ação que investiga a participação do tesoureiro-geral do PP em fraude na concorrência pública de propaganda em Maringá sai da esfera federal e volta para a estadual.
O mesmo acontece com o processo que investiga a Tenda dos Milagres – escândalo proporcionalmente maior que o de Jairo Gianoto, em que houve desconto de IPTU sem lei para tal, quando era prefeito de Maringá. Neste vai-e-vem, a justiça fica com dor no pescoço e o erário sofre.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.