Sucatão da Constroeste estraga na balança municipal

Sucatão

No mesmo dia em que se divulgam detalhes da liminar concedida pelo Tribunal de Justiça do Paraná anulando temporariamente a suspensão do contrato entre a Prefeitura de Maringá e a Constroeste, mais um caminhão da empreiteira contratada por quase R$ 30 milhões já estragou.


O caminhão é da Ecopav (a Constroeste está usando frota de outra empresa de São Paulo) e ficou parado nesta manhã, com problemas mecânicos, na balança municipal, na avenida Carlos Correia Borges. No final de semana, outro caminhão havia espalhado óleo por uma rua do Jardim Tabaetê.
Além de utilizar equipamentos de outras empresas, a Constroeste utilizava a via pública como garagem, segundo denúncia recentemente publicada aqui.

Sucatão

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.