Ministério da Saúde é campeão de representações no TCU

Ricardo Barros

Da coluna Painel, da Folha de S. Paulo:

Prevenir ou remediar O Ministério da Saúde tornou-se campeão de representações no TCU, o que chamou a atenção do Ministério Público junto à corte. Há oito procedimentos de compra da pasta em análise, inclusive com pedido de liminar para suspensão de parte das aquisições.

Entre eles, o aluguel de um prédio para a Anvisa sem licitação, um contrato direto com os Correios e o recente edital para agências de publicidade. A preocupação levou o ministro Ricardo Barros a visitar o tribunal na quinta (22).

Tá tudo bem Em nota, o ministério afirmou que Barros esteve no TCU para informar sobre o andamento das licitações da pasta e diz que “todos os processos para compras e prestação de serviço seguem rigorosamente a lei”.

Choro de derrotado A pasta afirmou também que “as reclamações ao TCU foram interpostas por perdedores das licitações citadas”.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.