A praça é do povo

Praça Salgado Filho, Maringá

Da professora Ana Lúcia Rodrigues, do Observatório da Metrópoles, a propósito de o Judiciário não abrir mão de construir o novo fórum sobre a praça Salgado Filho:

Maringá se orgulha do seu planejamento que incluía um amontoado de áreas públicas para a população.
Interesses especulativos privatizaram quase todas essas áreas ao longo da nossa história.

O Judiciário não precisa se juntar à longa lista dos beneficiários das desafetações do nosso território público, composto por uma área fundamental para a sociabilidade urbana: as raras praças das cidades atuais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

9 pitacos em “A praça é do povo

  1. Até agora não entenderam que esta área não era do município e sim da União que fez transação com o estado e transferiu esta area para a justiça, já esta escriturada para a justiça e Salgado filho no mapa é a praça triangulo em frente, gente não vamos arrumar uma briga entre o prefeito que está trabalhando contra o judiciário. Deixa que o prefeito dará um jeito harmonioso na situação.

    • Orlando Bruno diz:

      Não importa quem fez ou como fizeram a transação o que importa é que o local é usado pela população como Praça pública e anterior a essa transação, isso na justiça se chama direito adquirido.

  2. almirante diz:

    O Judiciário, em sua grande maioria não é defensor ferrenho da preservação do meio ambiente? “Faça o que eu digo e não faça o que eu faço”…Belo exemplo!

  3. Ulisses Maia trará esse desgosto pra população que o elegeu ou vai fazer alguma coisa? Mostra logo quem é o prefeito da cidade, po! Se nós que somos moradores/eleitores estamos apelando pra nao construir, porque diabos vai construir? Muito decepcionado se isto acontecer.

  4. Controle Social diz:

    Será que teremos um espaço de convívio social suprimido, uma violação clara a um direito constitucional (ao lazer)? Sinceramente, em se tratando de uma suposta combinação de especulação imobiliária e, também, de uma suposta apatia do administrador público, tudo é possível. Mas claro, não ficaremos omissos diante de fatos que consideramos por direito.
    Para que o gestor público modifique a categoria de um bem público (desafetação) ele, provavelmente, deverá apresentar os critérios objetivos e tecnicamente sólidos, a consideração de possíveis alternativas etc… para justificar sua decisão. Não me parece tão simples assim.
    Obviamente, que para materializar esse fato, o prefeito dependerá da aprovação dos vereadores, os quais, entendendo legal a matéria, autorizarão por meio de lei específica. A eles, obviamente, imagino analisar o caso com o devido zelo, imparcialidade, legalidade, moralidade e, sobretudo, observando os direitos garantidos pela Constituição.
    A todos, sejamos corajosos para impedir possíveis atos abusivos e ilegais, independentemente de quem os realize. O poder cabe a nós, e ninguém está acima da lei! Ninguém mesmo: Poder Executivo, Legislativo e Judiciário.

  5. Jorge Sofredor diz:

    Quanta imbecilidade…. Gente, parem com isso! Esse local é terreno da União, e pronto. E outra: Praça é o que mais tem em Maringá…. De noite, essa praça vira ponto de casaisinhos “quebrados” que não tem dinheiro para pagar um motel, e vão lá namorar. Será que não tem gente de bom senso para imaginar que o Fórum da Comarca naquele local vai viabilizar muito mais a região, com segurança, desenvolvimento, valorização imobiliária, etc. Oh cambada de “caipira” que tem nesta cidade, Deus me livre! Quero que a região do antigo Aeroporto seja o que já tinha sido planejado, um Centro Cívico, nos moldes do de Curitiba, transformando o centro de Maringá, região da Catedral, que espero, com a saída desta “merda” de forum que hoje temos perto do maior e mais visitado monumento de Maringá, a Catedral, venha a modernizar e rejuvenescer a região mais bonita de Maringá. E PRONTO…. C’est Fini!

    • Boçal maringaense diz:

      Sugiro que passe por ali num domingo a tarde, veja quantidade de família que levam seus filhos e seus animais, tanta gente que pratica esporte por ali, tantos casaisinhos ‘quebrados’ que vão ali namorar, afinal que mal tem? pena de quem não tem uma companheira(o) pra vivenciar esses momentos, a praça do antigo aeroporto ja faz parte da comunidade, diversos grupos de atletismo, até treinadores de futebol mirim, jovens socializando, praticando exercícios, ou apenas querendo fugir do agito do centro da cidade, pessoas de vários bairros frequentam essa praça como: zona 08, vila nova, vila ipiranga, jardim aeroporto etc… O fórum pode ser construido nas proximidades, espaço tem de sobra, assim, manteriamos a praça, a viabilização da região e a valorização imobiliária…

  6. Tira esse malandro do poder executivo!
    Tira esse malandro do poder judiciário!
    Tira esse malandro do poder legislativo!
    Tira do poder que eu já cansei de ser otário!
    Tira esse malandro do poder municipal!
    Tira esse malandro do governo estadual!
    Tira esse malandro do governo federal!
    Tira a grana deles e aumenta o meu salário!

    “- Tá vendo essa mansão sensacional?
    Comprei com o dinheiro desviado do hospital.
    – Ah! E o meu cofre cheio de dólar?
    É o dinheiro que seria pra fazer mais uma escola.
    – Precisa ver minha fazenda! Comprei só com o dinheiro da merenda!
    – E o meu filhão? Um milhão só de mesada!
    E tudo com o dinheiro das crianças abandonadas.
    – E a minha esposa não me leva à falência
    Porque eu tapo esse buraco com o rombo da Previdência.
    – Vossa excelência, cê não viu meu avião?
    Comprei com uma verba que era pra construir prisão!
    – E a superlotação?
    – Problema do povão! Não temos imunidade? Pra nós não pega não.”

Deixe seu pitaco