Candidato dos Barros a governador de Tocantins não vai para o 2º turno

O colombiano Carlos Amastha, o do Maringá Aspen Park, muito ligado à família Barros, ficou em terceiro no primeiro turno da eleição suplementar para governador do Tocantins, realizada hoje.

Com 99,46% das urnas apuradas, o deputado estadual Mauro Carlesse (PHS) obteve 30,34% e o senador Vicentinho Alves (PR) chegou a 22,20%, garantindo-se no segundo turno. Amastha, do PSB, obteve 21,37% dos votos válidos. De sua coligação fazem parte o PTB, PCdoB, PT e Pode.
A senadora Kátia Abreu (PDT) obteve 15,66%; Márlon Reis (Rede), ex-juiz autor da Lei da Ficha Limpa, recebeu 9,94% dos votos; enquanto Marcos Souza (PRTB) recebeu 0,49%; e Mário Lúcio Avelar (PSol) não teve os votos computados. O segundo turno acontece no próximo dia 24.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.