Um maringaense no STF

O maringaense Sergio Moro, repercutem as manchetes dos jornais, pode se tornar ministro da Justiça do governo Bolsonaro ou assumir vaga no STF. A intenção foi anunciada ontem, nas entrevistas do presidente eleito.

Ao Jornal Nacional ele disse: “O juiz Sérgio Moro é um símbolo aqui no Brasil. Eu costumo dizer que é um homem que perdeu sua liberdade no combate à corrupção. Ele não pode mais ir à padaria sozinho ou ir passear com a família no shopping sem ter aparato de segurança ao lado. É um homem que tem que ter o trabalho reconhecido. Pretendo conversar com ele brevemente, e já foi feita a sinalização positiva. Pretendo convidá-lo para o Ministério da Justiça ou – seria no futuro – abrindo uma vaga no Supremo Tribunal Federal, na qual melhor ele achasse que poderia trabalhar para o Brasil. Um homem com passado exemplar no combate à corrupção e em qualquer uma das duas casas ele levaria avante sua proposta. A corrupção tem que ser banida do Brasil, ninguém suporta mais conviver com essa prática tão nefasta”.
Há um ano os dois se encontraram no aeroporto de Brasília e o deputado federal foi cumprimentado de forma fria pelo juiz federal, que depois telefonou ao presidente eleito e explicou os motivos do tratamento.

https://youtu.be/b1yqBa9n690

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.