Números consolidam Flim como evento de repercussão nacional

A avaliação final da Festa Literária Internacional de Maringá reafirma previsão inicial que apontou presença de cerca de 50 mil pessoas no evento entre os últimos dias 21 e 25.

Documento divulgado pela Secretaria de Cultura refina números para sublinhar o tamanho da festa, que este ano foi realizada no estacionamento do Estádio Willie Davids. Nos anos anteriores, o evento acontece no Centro de Convivência Renato Celidônio (praça da Prefeitura).
A pesquisa concluiu que os 28 expositores, a maioria livrarias e editoras, comercializaram cerca de R$ 120 mil, aproveitando-se do fluxo de visitantes nas duas dezenas de espetáculos artísticos e palestras. Pelo menos 5 mil crianças de escolas públicas aprenderam a ser divertiram na Flim, palco do lançamento de pelo menos 31 livros. Os investimentos no evento cresceram de R$ 310 mil em 2014 para R$ 706 mil este ano.
O número de visitantes evoluiu de 10 mil em 2014 para 50 mil este ano. “Os dados mostram surpreendente crescimento da festa em todos os aspectos, a começar pela consolidação do evento como palco da celebração da cultura num ambiente de diversidade e democracia”, destaca o secretário de Cultura, Miguel Fernando, que atribui o sucesso à extensa programação e à estrutura, maior e mais afinada com os objetivos do evento.
Pesquisa feita pela organização da Flim também apontou para a satisfação de visitantes. Para 83%, o evento foi excelente (52,3%) e muito bom (31,5%). Para quase 90% dos entrevistados, é de 90% a possibilidade de participar novamente da festa. Para mais de 80%, a localização foi ‘excelente’ e ‘muito boa’. Entre os expositores os números também são bastante positivo, consolidando a Flim como um evento de repercussão nacional.(PMM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.