Curitiba também tem o legítimo cachorro-quente prensado de Maringá

Flávia Schiochet conta, na Gaeta do Povo, que o Lanches Maringá, em frente ao terminal Campina da Siqueira, em Curitiba, é possivelmente o único lugar da capital que serve cachorro-quente e não usa a palavra “vina”.

O cachorro-quente prensado tem recheio abundante e molho artesanal, um “estilo do sanduíche ainda é pouco compreendido por parte dos curitibanos”. Leia mais.
(Foto: Nay Klym/Gazeta do Povo)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco